Chica doida

Criada há mais de 50 anos em Quirinópolis (GO), a tradicional receita da “Chica Doida” é um dos principais pratos da culinária goiana. A criadora da iguaria gastronômica, Petronilha Ferreira Cabral, conta que tudo surgiu a partir de um improviso. “Nós tínhamos feito pamonha e empada. As palhas acabaram, e assim, tudo começou.

À massa de pamonha já pronta, Petronilha adicionou: cebola, alho, sal, queijo, linguiça e jiló. Uma senhora chamada Francisca, que morava com a família, colocou muita pimenta malagueta no preparo e acabou inspirando o nome do novo prato.

Ela foi reconhecida como patrimônio cultural e imaterial de Goiás pela Assembleia Legislativa e pelo governo do estado. No documento, consta que o marido de Petronilha foi quem batizou a receita de Chica Doida, por causa da grande quantidade de pimenta que Francisca colocou na massa de milho.

A partir do preparo original, foram criadas variações com frango, carne seca, sem pimenta e outros ingredientes.

Ainda de acordo com o projeto de lei, em dezembro de 2020 foi inaugurado um mercado público em Quirinópolis que foi batizado de Petronilha, em homenagem à criadora da receita de Chica Doida. Neste local, há um quiosque destinado à família dela para que possam vender a iguaria na versão original.

Receita

Ingredientes

  • 1 copo tipo americano de óleo
  • 20 espigas de milho-verde raladas
  • 5 dentes de alho amassados no pilão com 1 colher (chá) de sal
  • 1 cebola média picada
  • 1 colher de sopa de açúcar cristal
  • Sal a gosto
  • 1 colher de café de pimenta-malagueta curtida no óleo e amassada
  • 2 copos de requeijão de água
  • 200 gramas de jiló aferventado
  • 500 gramas de linguiça de porco
  • 500 gramas de queijo de minas em cubos
  • 300 gramas de muçarela

Modo de Preparo

  1. Em uma panela esquente o óleo, ou a banha de porco, até ficar bem quente.
  2. Coloque as espigas de milho raladas em um refratário, coloque os dentes de alho amassados com sal e a cebola picada em cima da massa de milho e com uma concha pegue o óleo quente e despeje sobre o alho e a cebola, para “fritar”.
  3. Depois disso mexa bem, coloque o açúcar, o sal e a pimenta, mexe a massa de novo, adicione a água e leve para assar em forno preaquecido a 180 graus Célsius por 40 minutos.
  4. Depois de 25 minutos, adicione mais 1 copo de requeijão de água, mexa e deixe cozinhando por mais 35 minutos.
  5. Após sentir que a massa está assada, vá arrumando na massa o jiló, a linguiça, e o queijo em cubos, e finaliza com a muçarela por cima e leve ao forno para gratinar.

Aline Failla Seron Giménez Villar @gastronomiarv @alineseron

Gostou? Comenta aqui o que Achou!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter