Como usar a moda ao seu favor

Temos em mãos o poder de fazer nossa própria moda, sem ser contestada. Aliás, quando você se conhece e sabe o que faz você se sentir bem, independente do que as lojas estão vendendo, você aparece em qualquer lugar como uma “mulher diferente”, que tem personalidade. E você já deve ter percebido que quando notam e elogiam como você está vestida, é porque está sendo única e criativa. Você não deve se constranger por não estar “na moda”.

Do francês mode e do latim modu, a palavra moda é a maneira ou o modo como as pessoas vivem. Hoje a palavra está mais relacionada à maneira de vestir: o modo como as pessoas se vestem significa moda. Sendo assim, a moda está em todos os lugares aonde vamos, desde o trabalho até os compromissos sociais. 

Quanto mais se descobre sobre o desenvolvimento da humanidade, mais entendemos a importância da aparência na nossa construção social. Acredita-se que, antes mesmo de usarmos as roupas como forma de proteção contra o frio, usávamos nossas vestes como uma forma de transmitir informações sobre nossa tribo, sobre status social e fertilidade. 

A aparência é importante na maneira como vemos e pensamos sobre nós mesmos. O ser humano gosta de aprovação, gosta de receber feedback positivo sobre si e gosta de se sentir parte de um grupo. Assim, vamos moldando as percepções positivas a nosso respeito. Fazemos isso com base no retorno que temos de pessoas próximas, da sociedade na qual estamos inseridos, da mídia e da cultura do nosso momento. Precisamos entender o poder da palavra “cultura”, pois ela exerce um papel muito importante sobre o nosso relacionamento com a moda. Hoje em dia é comum relacionarmos a palavra cultura apenas a manifestações artísticas, como música, exposições, teatro. 

Você já parou pra pensar quando foi que comprar roupas a cada troca de coleção virou parte da nossa cultura do consumo? Cultura do consumo é quando uma coisa nova (tendência) passa a ser hábito (acessível), e, de tanto ser repetida por aí, se torna parte de quem nós somos. Mas a cultura do consumo se conecta diretamente com a cultura da moda. 

Agora que você já conhece o conceito de moda, vamos entender como podemos usar essa ferramenta tão poderosa ao nosso favor através de algumas etapas.

 Aceitação e autoconhecimento    

Se olhe no espelho. Esta é você. Este é o seu corpo. Antes de qualquer coisa, pare de se odiar e se comparar com os outros. Suas palavras têm poder. Você precisa se tratar com gentileza. Pare de se xingar, diminuir, ridicularizar. Como você ama a si mesma é como você ensina todo mundo a amar você.  Você precisa viver a melhor vida possível com o corpo que tem agora, não com 20 quilos a menos, ou com mais peito, menos bunda, outra boca, outro nariz. É agora. É a partir desta imagem que você está vendo. Vai ser libertador.

C:\Users\Glaciene\Desktop\Artigos Revista Society\26º Artigo\Foto2.png

A mulher que conquista mais consciência sobre seus próprios pontos fortes ganha, essencialmente, a oportunidade de utilizá-los a seu favor. Por outro lado, conhece também suas próprias limitações e tem a chance de modificá-las.

Ao entender que as roupas são ferramentas para comunicar o que somos, buscar referência dentro do nosso próprio universo, e olhar para o ato de vestir todos os dias como um momento divertido e de auto amor, saímos das tendências e entramos no campo do autoconhecimento.

C:\Users\Glaciene\Desktop\Artigos Revista Society\26º Artigo\Sim, Sou Plus Size e Sou Consultora de Imagem _ Fashion Bubbles.jpg

Use a curiosidade e criatividade

No momento em que mergulhamos em nosso guarda roupa, encontramos partes de nós que por um período ficou ali adormecido. Nem sempre são partes que nos trazem boas lembranças, e isso acaba gerando energias negativas e ruins acumulada ali, por isso, é importante reservar um tempo para limpar seu armário, retirando tudo o que não usa mais. 

Deixe sua criatividade fluir com o que você tem no guarda-roupa: ponha todas as suas roupas e acessórios lado a lado para ver o que há disponível, e depois os misture uns com os outros para ver o que combina melhor. Essa é uma ótima dica para você estar sempre variando e usando combinações que nunca pensou antes.

Use cores que façam você se sentir bem, de acordo com o seu humor ou com o dia: caso esteja chovendo, use vermelho para contrastar com a falta de luz. Ou use cinza para combinar com o clima frio, mas coloque um acessório contrastante, isso vai dar um gostinho apimentado ao vestuário.

Combinações divertidas de cores fazem de você única em qualquer lugar: verde bandeira com rosa pink puxado para o lilás, azul com vinho, marrom com amarelo, branco com prata… Ou se inspire nas flores que dará tudo certo. Desconstruir a forma como você conhece, pensa, usa a moda, pra poder, então, começar a usar a moda a seu favor. 

C:\Users\Glaciene\Desktop\Artigos Revista Society\26º Artigo\Foto.png

O que vale é a imaginação e muita criatividade!

Glaciene Forte– Personal Stylist e Consultora de Imagem.

Gostou? Comenta aqui o que Achou!!

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter