Pipoca doce ou salgada?

A pipoca é uma das delícias mais populares no mundo e está frequentemente relacionada a momentos felizes.

A forma simples de preparo, o sabor do floco, a combinação perfeita com coberturas e o fato de ser uma excelente fonte de energia e carboidratos fizeram a pipoca ser o sucesso que é hoje.

A história da pipoca não foi bem registrada no passado, mas uma coisa é certa, o milho está entre os homens há muito tempo!

A história da pipoca pelo mundo, começa com indícios que comprovam que o milho foi domesticado no México, pela primeira vez, a 9.000 anos atrás. Em 1948 e 1950, pesquisadores descobriram resquícios arqueológicos de pipoca na Bat Cave, centro-oeste do Novo México, e seu tamanho variava de 5 cm até menos de 1 cm. Provavelmente consumidos 3600 anos antes de Cristo, comprovando a teoria de que os mexicanos conheciam a pipoca há milhares de anos.

Muitos historiadores chegam inclusive a indicar que o milho de pipoca foi inclusive, o primeiro tipo de milho com que a raça humana teve contato. As espigas de milho mais antigas comprovam a teoria que a pipoca já era consumida como petisco onde hoje é a parte oeste do Estados Unidos.

Os antigos indígenas norte-americanos cultivavam o milho, que era chamado mahiz — e que depois passou a se chamar maize (Maíz) —, e o introduziram aos ingleses quando eles chegaram à América nos séculos XVI e XVII. Acredita-se que esses nativos teriam descoberto que os grãos de milho estouravam quando atirados no fogo ou na areia quente.

Já pensou no susto que as pessoas tomaram quando perceberam, pela primeira vez, que os grãos desse tipo de milho simplesmente estouravam e se transformavam em outra coisa?

Na época da história da pipoca, ela não era apenas um alimento importante, mas usada também pelos indígenas norte-americanos e astecas para fazer guirlandas com as quais as mulheres se enfeitavam para as danças e rituais.

Em algumas culturas americanas, como entre os povos da América Central, o milho era uma importante fonte de alimento. Tanto assim que alguns povos acreditavam que esse alimento teria uma forte ligação com as divindades que criaram e organizaram o mundo.

Conforme algumas antigas tradições, o grão de milho armazenava um espírito dentro de si. Assim que o grão fosse aquecido ao fogo, esse espírito se irritava até estourar.

De onde surgiu a pipoca doce?

Quando os Estados Unidos entraram na guerra, o açúcar era enviado para as tropas americanas de além-mar, tornando os doces escassos, e os americanos passaram a consumir  três vezes mais pipoca doce. Afinal, as melhores receitas de pipoca doce, permitem usar uma pequena quantidade de açúcar, chocolate ou outros doces sem desperdício.

Uma das empresas que mais se destacou na venda de pipoca e venda de milho de pipoca neste período foi a família pipoqueira: Redenbacher Popcorn. Em 1970, quando Orville Redenbacher’s criou uma das marcas de pipoca mais famosas do mundo, grande parte do comércio se arruinava, mas o negócio da pipoca prosperava.

Sabiam da história?

Aline Failla Seron Giménez Villar @gastronomiarv @alineseron

Gostou? Comenta aqui o que Achou!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter