O agronegócio brasileiro e o uso de biológicos (bioinsumos)

O agronegócio brasileiro é um dos principais setores da economia do país, responsável por grande parte do PIB e do desenvolvimento econômico de todas as regiões do país.

No entanto, a utilização de produtos químicos para a produção de alimentos e culturas tem trazido diversos problemas à saúde humana, ao meio ambiente e à própria qualidade dos produtos.

Como solução, surge a utilização de biológicos, que além de serem mais seguros, podem trazer diversos benefícios para os agricultores e para a sociedade como um todo.

O que são biológicos? Os biológicos, também conhecidos como bioinsumos, são produtos utilizados na agricultura que possuem origem biológica, podendo ser organismos vivos ou seus derivados, como bactérias, fungos, vírus e outros micro-organismos benéficos. Eles são utilizados para melhorar a biologia do solo e a capacidade das plantas de absorver nutrientes, aumentando a qualidade e a produtividade nos cultivos.

São muitos os benefícios que o uso de biológicos pode trazer para o agronegócio brasileiro. Dentre eles, podemos destacar:

Diminuição do impacto ambiental: os biológicos são produzidos com base em microrganismos e outros elementos naturais, o que diminui consideravelmente o impacto ambiental, uma vez que são produtos mais naturais e menos agressivos ao meio ambiente. O uso de biológicos também pode diminuir a contaminação do solo e da água.

Melhoria na qualidade dos produtos: como os biológicos são utilizados para melhorar a biologia do solo e a capacidade das plantas de absorver nutrientes, eles podem aumentar a qualidade dos produtos cultivados. Além disso, o uso de biológicos pode reduzir a presença de substâncias químicas nos alimentos.

Aumento da produtividade: os biológicos possuem a capacidade de melhorar a saúde das culturas, estimulando o crescimento das plantas e aumentando a produtividade. Eles também contribuem para a diminuição de doenças e pragas nas plantas.

Redução de custos: embora os biológicos tenham um custo inicial um pouco maior do que os produtos químicos, a longo prazo, eles podem reduzir os custos com a saúde dos trabalhadores no campo, já que são produtos mais seguros e menos agressivos à saúde humana.

Fortalecimento da agricultura familiar: o uso de biológicos pode beneficiar especialmente os pequenos agricultores, que muitas vezes têm menos acesso a produtos químicos e menos capacidade de arcar com os custos de produtos industrializados.

Expansão do mercado: os consumidores têm se interessado cada vez mais por produtos mais naturais e orgânicos, o que pode aumentar a demanda por alimentos produzidos com o uso de biológicos.

O uso de biológicos no agronegócio brasileiro ainda é uma prática pouco difundida, embora esteja em constante crescimento. Algumas das barreiras para a implementação dos biológicos incluem:

– Falta de regulamentação: o uso de biológicos ainda não é regulamentado no país, o que dificulta a aceitação dos produtos pelos consumidores e pelos órgãos fiscalizadores.

– Disponibilidade de produtos: ainda há pouca oferta de biológicos no mercado brasileiro. Além disso, o custo desses produtos ainda é bastante elevado, tornando-os inviáveis para muitos agricultores.

– Falta de conhecimento: a maioria dos agricultores ainda não conhecem os benefícios dos biológicos e como utilizá-los de forma eficiente. É preciso investir em capacitação e treinamento para que mais produtores possam adotar essa prática em suas lavouras.

– Dificuldades no controle de doenças e pragas: o uso de biológicos demanda um controle rigoroso da produção, uma vez que o processo de fabricação desses produtos é totalmente diferente dos químicos. Por isso, é necessário uma adaptação das técnicas agrícolas e a utilização dos biológicos em combinação com outras práticas.

O uso de biológicos no agronegócio brasileiro é uma alternativa viável e sustentável para a produção de alimentos mais saudáveis e seguros. Os benefícios vão desde a diminuição do impacto ambiental até a melhoria da qualidade dos alimentos e da produtividade das culturas. No entanto, ainda há muitos desafios a serem enfrentados para que essa prática seja mais difundida no mercado brasileiro, como a falta de regulamentação e conhecimento dos produtores. Cabe aos líderes do setor e às autoridades governamentais incentivar e promover o uso de biológicos para a produção de alimentos mais saudáveis e sustentáveis.

Ivone Vieira @ivonevieira

Gostou? Comenta aqui o que Achou!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter